Ferramentas Gerenciais e Estratégias de Diversificação

Um bom administrador deve conhecer ferramentas para a prática de gestão. Seja gestão de pessoas ou gestão de processos  e deve ter como objetivo atingir os resultados da organização.

As ferramentas gerenciais são muito mais eficazes quando fazem parte do macro projeto da organização.

Assim, é fundamental que após planejamento estratégico da empresa, as ferramentas adotadas sejam bem avaliadas e conquistem também a confiança dos colaboradores.

Nenhuma ferramenta serve para solucionar todos os problemas, por isso é fundamental conhecê-las e adotar a melhor de acordo com o perfil do seu negócio ou área de atuação.

É importante neste contexto, analisar também os cenários no meio organizacional.
O  Benchmarking é uma boa estratégia para avaliar cenários. Pois ele consiste em comparar produtos, serviços e práticas gerenciais entre fortes concorrentes e e empresas reconhecidas por sua liderança de mercado.

É relevante também estar atento a tendências e descontinuidades para traçar estratégicas de diversificação sejam para produtos ou serviços.

As estratégias devem ser realistas e lideradas pelos tomadores de decisão. Assim os resultados serão muito melhor atingidos pois tudo estará adequado aos objetivos da organização.

Por exemplo: ao identificar a necessidade de ampliar seu negócio e sua margem de lucro, você avaliará os processos que envolvem este objetivo e poderá planejar alternativas de atuação.

Conforme necessidade, também pode ser adotada ferramenta para gerenciar prazos, prioridades e administrar recursos.

Janiara de Lima Medeiros (Jani Medeiros)
Professora universitária
Facebook: www.facebook.com/cursosccpi#!/jani.medeiros
Lattes: http://lattes.cnpq.br/3544078470911638